Adaptações do Sistema hidrossanitário para receber soluções de reuso


Soluções para reuso de água estão cada vez mais presentes em variados tipos de empreendimentos. O primeiro grande desafio é conseguir espaços para os reservatórios de armazenamento de água, que, em alguns casos, podem ser bastante grandes. Para o aproveitamento da água da chuva é exigida a instalação de uma nova tubulação, bombas e reservatório.

Nos sistemas convencionais em residências unifamiliares, há a entrada de água que alimenta o reservatório superior, responsável por abastecer os demais pontos de consumo. Nesse caso, é necessária a captação da água nos telhados e uma tubulação que a conduzirá para o reservatório, que pode ser enterrado ou posicionado no nível do solo. Da caixa, a água da chuva pode ser distribuída para os pontos de consumo com o uso de bombas que pressurizam a rede. Após o tratamento da água, ela pode ser aproveitada para irrigação, limpeza ou nas bacias sanitárias. Nas edificações verticais e condomínios horizontais, a captação da água da chuva se torna ainda mais interessante devido à área de cobertura ser maior, resultando em quantidades elevadas de volume armazenado. Para as estações secas, o sistema de aproveitamento de água pluvial deve contar com solução de complementação, que enche o reservatório com volume potável e evita o completo esvaziamento.

Utilizando filtros, além de técnicas de floração ou tecnologia ultravioleta, são eliminadas as bactérias que podem estar misturadas com a água. O volume limpo é armazenado e depois distribuído de maneira similar ao que acontece com a água da chuva.

#Engenhariacivil #construçãocivil #Sistemahidrossanitário

Posts em destaque
Posts recentes
Arquivo
Procurar por tags