Pontes estaiadas: tendência no Brasil


Esse modelo de ponte é usado para transpor médios e grandes vãos e estão sendo bastante usadas por diversos motivos: maior preocupação de órgãos públicos e empresas com os elementos estéticos, aperfeiçoamento da tecnologia e o uso de ferramentas, como os softwares para computadores, que facilitam a análise das estruturas.

Os viadutos estaiados têm como ponto a absorção dos esforços da parte superior do seu tabuleiro, pois é lá que estão os cabos de aços fixados em uma estrutura também de concreto, está última apoiada em um bloco de fundação.

Os cabos de aço utilizados na composição podem ser presos em forma de leque, levando em consideração um ponto fixo no pilar de sustentação ou colocados em forma de harpa, com os cabos partindo paralelamente de vários pontos do pilar, ou mesmo misturando esses dois modelos. O uso das pontes ou viadutos estaiados é aconselhável para vãos superiores a 200 metros.

Além dos aspectos estéticos, este tipo de construção facilita a ocupação de vãos médios e longos.

Com o uso dos estais — cabos de aço — o tabuleiro pode ser mantido suspenso, enquanto a estrutura é montada e, assim, os veículos podem circular normalmente. Esta é uma solução eficiente para aqueles lugares em que o trânsito não pode ser interrompido, nem mesmo por algum tempo.

#Pontes #Pontesestaiadas #construçãocivil

Posts em destaque
Posts recentes