O que dizem as normas da elaboração de projetos de edificações


A elaboração de projetos, sejam eles arquitetônicos ou urbanistas, deve respeitar as leis estabelecidas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que garante os seus devidos padrões de segurança e qualidade.

Mais do que um instrumento importante para atender às crescentes demandas do mercado, os parâmetros da ABNT asseguram o alinhamento com exigências legais e socioambientais que regem as atividades das construtoras.

A elaboração de projetos arquitetônicos ou urbanísticos deve garantir o melhor padrão de evolução possível para a construção, respeitando os projetos complementares que fazem parte dela.

Seja na definição das instalações, no cálculo das estruturas ou em outros pormenores, é preciso que todas as concepções sejam capazes de evoluir naturalmente. Para que isso seja garantido em processos tão mutáveis e complexos, as normas técnicas da ABNT oferecem um norte preciso. Estabelecendo exigências e parâmetros que precisam ser respeitados em qualquer projeto.

A fim de atualizar conceitos defasados e eliminar confusões por conta de terminologias, em 2014 foi iniciado um trabalho de transição da NBR 13532/1995 para a ABNT NBR 16636, a qual é dividida em duas partes.

Versando sobre a “Elaboração e desenvolvimento de serviços técnicos especializados de projetos arquitetônicos e urbanísticos”, a ABNT NBR 16636 garante integração ao setor e moderniza a atuação de seus agentes.

Com a NBR 16636, são exigidos:

  • Planta geral de implantação, com informações planialtimétricas e de locação;

  • Planta e cortes de terraplenagem, com as cotas de nível projetadas e existentes;

  • Plantas e detalhes das coberturas;

  • Cortes longitudinais e transversais;

  • Elevações frontais, posteriores e laterais;

  • Plantas, cortes e elevações de ambientes especiais, como banheiros e cozinhas, com especificações técnicas de seus componentes e sua quantificação;

  • Detalhes de elementos da edificação e seus componentes construtivos em escalas compatíveis;

  • Memorial descritivo dos elementos e componentes arquitetônicos da edificação;

  • Memorial descritivo dos elementos da edificação, das instalações prediais, dos componentes construtivos e dos materiais de construção;

  • Memorial quantitativo com somatório dos componentes construtivos e dos materiais de construção;

  • Planilhas orçamentárias.

#construçãocivil #NormasTécnicas #Edificações

Posts em destaque
Posts recentes
Arquivo
Procurar por tags