O Aço em concreto protendido


Aço concreto protendido

O concreto protendido é uma das metodologias mais modernas e muito utilizado atualmente.

A protensão é uma tecnologia que induz, em uma estrutura, um estado prévio de tensões ao utilizar armaduras ativas com o objetivo de aumentar a resistência da peça de concreto.

É um material que trabalha submetido às tensões de compressão, mas, sua resistência às solicitações de tração é bem pequena, atingindo 10% do valor do parâmetro anterior. E para solucionar esse problema, normalmente são utilizadas barras de aço. Em alguns casos, as tensões ultrapassam os limites de resistência do concreto armado, e é necessário utilizar outra opção construtiva.

3 tipos de concreto protendido:

1. Protensão com aderência inicial

É realizado um pré-alongamento das armaduras antes que o lançamento do concreto ocorra e é muito utilizado no processo de concretagem de peças pré-fabricadas.

2. Protensão com aderência posterior É aplicada após a cura da peça de concreto. São utilizados macacos hidráulicos para submeter as armaduras ativas aos valores de tensão previamente calculados. Após a Protensão é injetada nata de cimento pata que a armação ativa adere na peça de concreto. 3. Protensão sem aderência Aplicada na peça após a sua cura, sem que haja aderência entre a armadura ativa e o concreto. A armadura ativa é colocada em dutos, formados por bainhas metálicas ou plástico, e são injetados com graxa, para evitar corrosão. Aplicações do concreto armado e do concreto protendido: 1. Aplicações do concreto armado

Todas estruturas de pequeno e médio porte fazem uso desse método construtivo. Porém, a medida que as cargas, os vãos e o design das estruturas aumentam, se adotam materiais mais resistentes. 2. Aplicações do concreto protendido

O concreto protendido garante mais resistências às peças de concreto em uma estrutura como pontes, viadutos, lajes e vigas de grandes edifícios, placas de fundação, barragens, peças pré-moldadas entre outras construções de grande porte.

Benefícios do concreto protendido: 1. Reduz fissuras

Em uma peça de concreto, o aparecimento de fissuras é algo inevitável. Mas a estabilidade da estrutura não é comprometida, desde que respeitem os limites normativos.

Quando usar o concreto protendido, o processo de fissuração é reduzido ao mínimo, pois as tensões aplicadas possuem sentido contrário às tensões provocadas pelo peso próprio da estrutura. E sem fissuras, se evita o processo de corrosão. 2. Reduz de custos

As resistências de cálculo em concreto protendido, são duas ou três vezes maiores do que as utilizadas em concreto armado. Os aços de protensão têm resistência três a cinco vezes superiores às dos materiais utilizados nesse outro caso. Mas a diferença de preços nessas duas situações não acompanha esse ritmo de crescimento. Os aumentos percentuais financeiros são inferiores aos acréscimos de resistências provenientes do uso da protensão.

Resumindo, utilizar o concreto protendido, pode aumentar a resistência de uma estrutura sem ter que gastar muito dinheiro. 3. Projetos mais ousados

Os projetos arquitetônicos exigem estruturas ousadas e criativas. Somente com o concreto protendido é possível atender essas exigências, sem deixar de lado as questões financeiras, estéticas e de execução.

#ConcretoProtendido #Açodeprotensão

Posts em destaque
Posts recentes
Arquivo
Procurar por tags